Arquivo da categoria: Educação

Ser criança e crescer brincando

“O que a psicanálise nos diz de mais importante a respeito das pessoas? Ela nos fala a respeito do inconsciente, da vida profunda e oculta de cada indivíduo humano que tem raízes na vida real e imaginária da infância mais precoce.” *

E o que isso nos diz enquanto pais, mães, educadores?

Que o que a criança vive enquanto criança fica registrado e faz parte do adulto que será e mais, influenciará diretamente seu comportar e agir quando crescer.

Então, é por isso que insistimos que a criança precisa brincar, fantasiar, imaginar, criar e ser criança e agir como criança. E assim ela vai se desenvolver, assim vai crescer, aprender e formar cada parte de sua persona.

Agir como criança também é chorar quando não consegue dizer;

Agir como criança também é querer brincar e não ter noção da hora de tomar banho, ir para a escola, almoçar…

Agir como criança também é tentar brigar pelo que quer e não saber como e chorar mais;

É cansativo para nós adultos sim, eu sei, e como!

Mas, coloque se no lugar dela… existe coisa melhor do que se entregar a uma coisa que dá prazer sem preocupar com nada a mais? Isso é brincar! Continue lendo Ser criança e crescer brincando

Moana e nossas crianças

“Há muito, muito tempo, um semideus chamado Maui roubou o coração de Te Fiti, a ilha-mãe, desequilibrando a natureza e espalhando escuridão em toda a Terra. Se, desde então, ninguém deixou a ilha de Motunui e navegou pelo mar, como Moana poderia se aventurar? Ela não sabe velejar, não faz ideia do que há além dos recifes ou nem mesmo onde encontrar Maui! Mas o coração precisa ser restaurado a qualquer custo, e o oceano escolheu Moana para fazê-lo. Será que ela vai provar que o oceano está certo?”

Moana o filme

Moana nasce em uma tribo de uma ilha na Polinésia, que estava com os alicerces abalados, por medo e tragédias no mar, não mais navegavam; pelo desequilíbrio na natureza os alimentos já estavam escassos e com má qualidade, modificando a rotina e os costumes do povo. A Futura sucessora ao cargo de chefe da tribo cresce vendo seu pai como chefe, resolvendo todos os assuntos para o bem do povo e sua avó lhe passa as tradições e costumes vigentes.

Moana tinha uma missão: ser a chefe daquele povo. Ela assumiria o “trono” de qualquer forma, era a única candidata a sucessão de seu pai. O que fez a diferença? Continue lendo Moana e nossas crianças

Sobre as crianças e as dificuldades com “as coisas da vida”.

Desde sempre as crianças percebem o que acontece em seu ambiente familiar. Não é a toa que meu “velho” e “adorado” Winnicott já defendia a importância da atenção e cuidados nos primeiros anos de vida da criança, e a mega importância que sempre deu ao olhar da Mãe e das relações familiares saudáveis.

Sabemos que nem tudo são flores e vivemos uma realidade bem dolorosa para adultos e crianças.

Tempos de trabalhos difíceis, de muitas horas no transito e consequentemente fora de casa e do contato com os filhos, além das questões que envolvem separações do casal e novas formas de constituição e novas famílias… Continue lendo Sobre as crianças e as dificuldades com “as coisas da vida”.

Perai

Você quer uma criança que te obedeça sem questionar ou uma criança que entenda porque deve obedecer?

Percebe uma diferença?

A criança que obedece por medo, coação, nem sempre entende porque o faz, não experimenta, não questiona e como será esse jovem na conquista de um trabalho? Saberá lutar pelo que pensa? Terá condições de questionar e mudar para conquistar o que quer? Saberá o que quer? Continue lendo Perai

Quanta coisa a criança aprende e apreende num passeio?

Enquanto passeamos conversamos e aproveitamos tudo o que esta a nossa volta. O que por si só já é importante   , porque estamos conectadas, atenção ali no estar junto, sem outras ligações ou interferências. Tem olhar, falar, tocar e ser tocado… quanta coisa cabe num passeio!

No caminho ela vê o numero do prédio 300 e faz conexões; o numero já reconhece porque na aula de matemática estão vendo unidades, dezenas e ainda não chegaram nas centenas, mas já pode identificá-lo. “ih ele é dourado, será que é de ouro, deve valer muito… trezentos reais…” Humm pensando em conceitos financeiros, vale mais, vale muito, é dourado como o ouro… Continue lendo Quanta coisa a criança aprende e apreende num passeio?

Porque devemos cuidar da pracinha?

Depois do evento na praça, em 24 de setembro, fiquei pensando… caramba que bom ver tanta criança brincando! Famílias interagindo! Conversando com uma amiga, lembramos de nossa infância, e como brincávamos; pique bandeira, queimada, bolinha de gude, pique-pega e estávamos ali, na rua, era muito divertido. Como diz a música “brincadeira de criança, como é bom…”

Porque nossas crianças não brincam assim? Se nós brincamos e sabemos que é bom, porque não ensinamos a elas? Porque não mostrá-las como fazíamos? Continue lendo Porque devemos cuidar da pracinha?

Setembro Amarelo – Prevenção ao Suicídio

Campanha Mundial de prevenção ao Suicídio

“Atualmente, setembro é o mês de uma campanha mundial de prevenção ao suicídio. O assunto entra na lista de problemas que a OMS (Organização Mundial de Saúde) considera prioritários em suas ações, devido à sua significativa incidência em diferentes países e culturas. O mês colorido de amarelo, cor cheia de vida e calor, conclama e põe em alerta as pessoas para superarem medos e preconceitos e reconhecerem o problema e os sinais de quem corre risco de tirar a própria vida”

Dia 10 de Setembro foi oficialmente designado como Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. No Brasil, desde 2014, a ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), o CFM (Conselho Federal de Medicina) e o CVV (Centro de Valorização da Vida) promovem eventos como parte de uma campanha que procura abrir espaço para debates e discussão deste importante tema. Há levantamentos indicando que muitos casos de suicídio podem ser evitados quando há possibilidade de serem detectados e encaminhados para tratamento. Também é possível evitar o desenlace fatal quando a pessoa pode contar com acolhimento de alguém que receba a angústia e pedido de ajuda em momentos críticos. As motivações para um ato suicida são inúmeras e o perfil psicológico muito distinto em cada caso, ainda que se possa considerar a existência de certos grupos de maior risco. Continue lendo Setembro Amarelo – Prevenção ao Suicídio

Identificação e Identidade

Fui provocada a pensar e escrever sobre IDENTIDADE IDENTIFICAÇÃO e a importância e participação dos pais.

A principio pensei que seria difícil falar sobre isso e transmitir, mas… passou um pouco e as ideias começaram a brotar e fui viajando…

Na psicanálise, no desejo da mulher quando está grávida e todas as expectativas que esta vai criando em torno da criança em formação… será uma grande mulher será um grande homem… Vieram também as questões atuais em torno da sexualidade e identidade de gênero.

Não gostaria de entrar em questões de gênero, nem defender ou acusar qualquer opinião, mas por outro lado, Freud quando disse que o menino se identifica com o pai e inconscientemente busca imitá-lo para conquistar o amor da mãe; ninguém o acusou de homofóbico ou de outro adjetivo de igual ordem… Continue lendo Identificação e Identidade

Nosso olhar

Ser criança e ter liberdade de escolher e descobrir limites e capacidades.

Só precisamos estar perto e promover os encontros, estar junto e oferecer a “segurança”.  Cair e machucar não deve tirar a vontade e a possibilidade de tentar de novo e poder fazer melhor. Quando olhamos nos olhos, dizemos você pode, estou aqui se precisar de ajuda. Mas para isso precisamos realmente estar!    👀  👂

✍ O olhar e a presença são tão importantes quanto a brincadeira!!! No seu olhar você passa importancia, amor, respeito, tolerância, confiança…

E isso é para a vida toda e cabe em qualquer lugar!!!

Continue lendo Nosso olhar